Compre pelo WhatsApp

Vitiligo tem cura? Entenda mais sobre o assunto!

vitiligo-tem-cura

O vitiligo não é uma doença incomum, mas acomete apenas 1 a 2% da população mundial. Nem por isso deixa de ter importância, afinal de contas, é uma patologia que não afeta somente o físico como também o bem-estar emocional de quem tem. E aí vem uma pergunta que não quer calar: vitiligo tem cura?

Sim, existe cura só que em alguns casos que são bem raros. Para entender um pouco mais do assunto, precisamos conhecer mais sobre a doença e compreender como ela funciona, causas e formas de tratamento. Confira abaixo!

O que é vitiligo?

O que caracteriza o vitiligo é, principalmente, a falta ou redução considerável da produção de melanina pelo corpo. A melanina é uma proteína que tem justamente a função de dar a cor da pele. A produção ocorre mais rapidamente, por exemplo, quando há ação dos raios UV e é por isso que você fica com a pele mais escura quando vai à praia ou se expõe ao sol com frequência.

Só que, no caso de quem tem vitiligo, a queda na produção de melanina — ou total ausência — acontece em áreas específicas do corpo. Formam-se manchas claras isolada pela pele. 

Elas atingem principalmente as seguintes partes:

  • cotovelos;
  • joelhos;
  • genitais;
  • face;
  • mãos e pés. 

Quais as causas do vitiligo?

As causas ainda são desconhecidas e talvez, justamente por isso, não se tenha descoberto ainda uma “cura” para o problema. Mas há algumas teorias e hipóteses sobre o assunto. O que se sabe até agora sobre o mecanismo da doença é que os melanócitos (células cuja função é a produção de melanina) morrem ou simplesmente param de fabricar a proteína.

Entre as teorias sobre as causas da doença, vejamos as principais.

Teoria autoimune

Uma das teorias é que o próprio sistema de defesa do corpo ataque os melanócitos ou a própria melanina. Normalmente, o paciente apresenta outras doenças autoimunes como o diabetes.

Teoria citotóxica

A ideia aqui é que substâncias presentes em borrachas e tecidos acabem atacando o melanócito. Essa substância é a hidroquinona.

Há também um tipo de vitiligo transitório de causa emocional. Quando a pessoa está sob forte pressão emocional as manchas brancas tendem a aparecer, mas como a causa é emocional, resolvendo o problema inicial, o vitiligo regride espontaneamente.

Quais os principais sinais e sintomas do vitiligo?

O principal sinal é a doença em si, ou seja, começam a aparecer manchas brancas bem delimitadas em diversos pontos do corpo. Eles costumam aparecer, principalmente, nos locais que citamos mais acima no conteúdo (joelhos, cotovelos…). Além disso, não são identificados outros sinais ou sintomas.

Vitiligo tem cura? Como funciona o tratamento?

Como dissemos no início deste conteúdo, vitiligo tem cura, mas em rara situações. Por exemplo, em alguns casos, as manchas brancas tomam mais de 50% do corpo e assim, a cura é bem improvável. Normalmente o paciente despigmenta todo o restante do corpo para deixar o tom da pele uniforme. Foi o que aconteceu, por exemplo, com o cantor Michael Jackson.

Mas, mesmo não havendo cura, existem opções de tratamento que conseguem controlar o aparecimento das manchas.

Tratamento medicamentoso

O tratamento possui dois objetivos fundamentais: a estabilização da doença, evitando a progressão das manchas e a repigmentação da pele. Alguns medicamentos, por exemplo, ajudam a fazer esse papel de repigmentação. São remédios derivados de corticosteróides e vitamina D.

Fototerapia

Outro tratamento bastante comum é a fototerapia com a utilização de raios UVB. É indicada em quase todos os casos e apresenta um excelente resultado, especialmente para manchas que aparecem na face e no tronco.

Há também outras possibilidades de tratamento como a utilização de tecnologia a laser, técnicas cirúrgicas e até mesmo tratamento com transplante de melanócito.

Agora que você já sabe que vitiligo tem cura que tal espalhar essa notícia? Compartilhe com seus amigos nas redes sociais!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *