Compre pelo WhatsApp

Tratamento Acetato de Ciproterona para Homens x Mulheres

O tratamento com o Acetato de Ciproterona apresenta utilidades diferentes, que variam de acordo com seu sexo e idade.

Portanto, a indicação dessa substância para homens e para mulheres diferem quanto aos efeitos, como veremos a seguir.

Tratamento com Acetato de Ciproterona para homens

Em homens, o medicamento em questão atua para o tratamento de câncer de próstata inoperável (principalmente em casos avançados); para o tratamento dos desvios sexuais ou hiperssexualidade, que se manifesta como um impulso sexual anormal.

Essa medicação também atua para a redução dos fogachos (sensação de calor) em pacientes submetidos à orquiectomia (remoção de um ou dos dois testículos) ou em tratamento combinado com análogos de GnRH.

O tratamento para cada uma dessas questões é dado de acordo com a dosagem do medicamento, mas todas obedecem a dose máxima diária dessa substância no organismo, que é de 300mg por dia.

Dependendo da quantia desse medicamento no organismo, será feito o tratamento adequado, que deve ser administrado com uma dose inicial até que se alcance a dosagem ideal.

Contraindicações para homens

As contraindicações desse medicamento para homens variam de acordo com o tratamento que é utilizado.

Para o tratamento de desvios sexuais, essa medicação é contraindicada em casos de alergia aos componentes da medicação; anemia falciforme; diabetes grave; presença ou histórico de processos tromboembólicos; depressão crônica grave; doenças debilitantes; presença ou histórico de meningioma; tumores hepáticos atuais ou anteriores; Síndromes de Dubin-Johnson e de Rotor e em casos de hepatopatia.

Para o tratamento do câncer de próstata, as contraindicações desse medicamento são: hipersensibilidade aos componentes da fórmula (alergia); em casos de processos tromboembólicos atuais; depressão crônica grave; em caso da presença de outras doenças debilitantes além do câncer de próstata; presença ou histórico de meningioma; Síndromes de Dubin-Johnson e de Rotor; hepatopatia; além de tumores atuais ou anteriores que não forem causados por metástases de carcinoma de próstata.

Tratamento com Acetato de Ciproterona para Mulheres

Em mulheres, esse medicamento é utilizado em casos graves de manifestações de androgenização, que é quando a mulher começa a desenvolver problemas hormonais, que causam o aumento anormal de pelos na face e no corpo, além da calvície (alopecia androgênica), seborreia e casos graves de acne.

A medicação é administrada de acordo com o ciclo menstrual/hormonal, respeitando o ciclo de 10 dias. A dose máxima recomendada por dia é de 100mg. Antes do tratamento, é fundamental que seja confirmado que a mulher não está com uma gestação em andamento, para garantir a eficiência do tratamento e que não haja prejuízos ao feto.

Contraindicações em mulheres

A paciente não deve iniciar o tratamento com essa medicação se estiver grávida ou em fase de lactação; se for alérgica a qualquer um dos componentes do medicamento (hipersensibilidade); se tiver anemia falciforme; diabetes; depressão crônica; doenças debilitantes; histórico ou presença de meningioma; se tiver ou se já tiver tido tumores hepáticos; se houver antecedentes de herpes gestacional; caso haja ou tenha tido histórico de prurido persistente ou icterícia durante gestação anterior ao tratamento.

Em caso de Hepatopatias ou Síndromes de Dubin-Johnson e de Rotor o uso de essa medicação não é indicada, sendo necessário informar seu médico(a) a respeito, para que possa ser administrada outro tratamento.

Caso o seu médico(a) já tenha prescrito esse medicamento e você não esteja incluso(a) em um dos casos em que esse medicamento é contraindicado, você pode adquirir o acetato de ciproterona em nosso site.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *