Como um suplemento vitamínico pode ajudar na saúde reprodutiva da mulher?

Como um suplemento vitamínico pode ajudar na saúde reprodutiva da mulher? - Life Medicamentos - Dicas para uma vida saudavel

Em um mundo perfeito, toda mulher tomaria um suplemento vitamínico. Não vamos culpar você se esse hábito saudável estiver fora da sua rotina, no entanto, se você estiver tentando engravidar, agora é a hora de pensar em sua saúde reprodutiva.

Pensando nisso, aqui estão alguns dos suplementos vitamínicos mais comuns e informações de como eles podem te ajudar.

Betacaroteno

O que faz:

Este fito nutriente crucial ajuda a regular seus hormônios, possivelmente evitando o aborto precoce quando você está grávida.

Onde encontrar:

Cenouras, melão, abóbora, espinafre, brócolis e couve.

Vitaminas do complexo B

O que eles fazem:

Acredita-se que todo o grupo de vitaminas do complexo B ajuda os ovários a liberarem um óvulo em torno da ovulação.

A vitamina B6, em particular, também aumenta os níveis de progesterona, o que é necessário para manter a gravidez.

Onde encontrá-los:

Grão de bico, grãos integrais, folhas verdes, carne e ovos.

Vitamina C

O que faz:

Estimula a imunidade, promove a absorção de ferro e a produção de progesterona.

Para as mulheres que têm defeito na fase lútea, um problema caracterizado por progesterona insuficiente, o aumento da vitamina C parece promover a fertilidade. Nos rapazes, ajuda a melhorar a saúde e a motilidade dos espermatozoides.

Onde encontrar:

Frutas cítricas, mangas, tomates, morangos, cerejas, ervilhas e batatas.

Coenzima Q10

O que faz:

Já conhecida por promover a saúde do coração, esta enzima natural poderia ser um futuro suplemento vitamínico para a fertilidade, com base em pesquisas preliminares.

A qualidade dos óvulos e espermatozoides melhorou drasticamente nos testes em animais, tanto que pode realmente reverter alguns dos sinais de declínio reprodutivo relacionado à idade.

Onde encontrar: Peixe; coração e rins bovinos e germe de trigo.

Vitamina D

O que faz:

A vitamina D, uma vitamina solúvel em gordura, é vital para a produção adequada de hormônios sexuais. Também reduz a inflamação no corpo, melhorando a fertilidade geral.

Onde encontrar:

Produtos lácteos fortificados, peixes gordurosos como salmão, cavala e atum, óleo de fígado de bacalhau e exposição ao sol (por apenas 10 a 15 minutos por dia podem ser úteis).

Vitamina E

O que faz:

Bons níveis de vitamina E são importantes porque está vitamina é encontrada no fluido em torno de seus óvulos em desenvolvimento. Quando tomadas por homens, a vitamina E também ajuda a aumentar a saúde do esperma; também possui propriedades antioxidantes poderosas.

Onde encontrar:

Abacates, óleo de gérmen de trigo, batata doce, folhas verdes, grãos integrais, nozes como amêndoas e amendoim, e sementes.

Ácido fólico

O que faz:

O ácido fólico é a forma sintética de folato, um grupo de vitaminas conhecido como B9. É um suplemento essencial para mulheres que querem engravidar porque o ácido fólico ajuda o tubo neural do bebê a fechar adequadamente. Isso acontece duas ou três semanas após a concepção.

Tomar um suplemento vitamínico que contém ácido fólico também está correlacionado com s diminuição da infertilidade. É ótimo para os homens, pois ajuda a produzir espermas mais saudáveis.

Onde encontrar:

Feijão, suco de laranja, folhas verdes e cereais fortificados.

Selênio

O que faz:

Ótimo para ajudar a motilidade dos espermatozoides e a metabolizar o estrogênio em mulheres, o selênio é também um poderoso desintoxicante. Pode também ajudar os seus óvulos a defenderem-se contra os radicais livres que contribuem para diminuir a qualidade deles.

Onde encontrar:

Castanha-do-pará, folhas verdes, grãos integrais e peixes.

Zinco

O que faz:

O zinco é essencial para os homens porque ajuda a melhorar a motilidade dos espermatozoides e aumenta a qualidade geral deles.

É igualmente importante para a saúde reprodutiva feminina. Estudos apontam que baixos níveis de zinco estão relacionados ao aborto espontâneo.

Onde encontrar:

Ostras, peixe, carne, ovos, aves, gérmen de trigo e sementes de abóbora.

Gostou? Então leia também: Por que você deve prestar atenção na saúde reprodutiva da mulher .

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

doze − 1 =