O que são as comorbidades silenciosas?

As comorbidades silenciosas são aquelas que, como o próprio nome já diz, não se manifestam, ou seja, não oferecem qualquer sinal ou sintoma. Quando isso acontece, a situação já está bastante avançada e pode ser tarde para salvar o paciente. É o que costuma acontecer com as pessoas com câncer por exemplo. Essa, nada mais é do que uma consequência do nosso modelo de saúde. No Brasil, enfatizamos a cura e não a prevenção. Isso fica bem claro quando você se pergunta qual foi a última vez que fez um check-up mesmo sem sentir nada. Além do câncer, existem várias outras comorbidades silenciosas que você precisa conhecer. Afinal de contas, ninguém está imune a elas e ter boa informação sobre o assunto é essencial. Confira! 6 comorbidades silenciosas mais comuns 1. Depressão Provavelmente, você não imaginava que essa doença fosse aparecer aqui, principalmente no topo da lista. Mas a depressão é sim uma doença bastante silenciosa, principalmente, porque ainda existem aquelas pessoas que acreditam que os sinais ou sintomas são “frescuras” ou a pessoa está se fazendo de vítima ou então é apenas tristeza, afinal de contas, todo mundo tem “os seus dias”. Mas a depressão é bem diferente de tudo isso e trata-se de uma doença. De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), apenas 30% dos pacientes são diagnosticados na fase inicial da doença. 2. AIDS A AIDS é causada pelo vírus HIV e trata-se de um conjunto de comorbidades que afetam o indivíduo. É comum que o paciente só descubra que possui HIV quando vai procurar o serviço de saúde porque não está se sentindo bem. Só que, quando isso acontece, é porque o vírus já está em grande quantidade no corpo e o indivíduo pode ficar debilitado por algum tempo até que as medicações comecem a fazer efeito. 3. Hipertensão arterial A hipertensão arterial ou, simplesmente, hipertensão é uma patologia crônica que indica a pressão sanguínea dentro dos vasos. Ela se mantém mais elevada que o normal — em média, 120/80 mmHg — e muitas pessoas só descobrem quando começam a sentir os sinais e sintomas que pode ser uma dor de cabeça, um peso no braço esquerdo ou até mesmo, infartar. 4. Diabetes Tanto o diabetes quanto a hipertensão vem ganhando destaque nos últimos tempos por causa da Covid-19. A doença pode ser agravada se o paciente tiver essas comorbidades associadas. Tanto o diabetes tipo 1 quanto o tipo 2 não dão muitos sinais e quando isso acontece, a doença já se instalou. 5. Osteoporose Para quem acha que osteoporose é só coisa de idoso, saiba que a doença pode atingir pessoas a partir dos 30 anos e com mais frequência, as mulheres. A principal causa é a baixa ingestão de cálcio e é importante que essa ingestão seja feita aos poucos, ao longo do dia. O nosso organismo só consegue absorver 500 mg por vez. 6. Hepatite C O mês de julho é o mês da conscientização das Hepatites Virais e a Hepatite C faz parte desse grupo. Justamente por ser uma das comorbidades silenciosas é que precisamos de um mês para fazer o alerta. A evolução da doença é bem lenta e os primeiros sintomas podem demorar até 30 anos para aparecer. Além dessas doenças, existem outras comorbidades silenciosas como anemia, endometriose, ovário policístico, disfunções da teroide e muitas outras. Por isso, o melhor a fazer é marcar exames de forma preventiva, ou seja, mesmo que você não esteja sentindo absolutamente nada, é importante fazer um check-up. A sua saúde é o que há de mais importante, portanto, cuide bem dela. Confira outros motivos para consultar um médico e ajudar na prevenção das doenças!

As comorbidades silenciosas são aquelas que, como o próprio nome já diz, não se manifestam, ou seja, não oferecem qualquer sinal ou sintoma. Quando isso acontece, a situação já está bastante avançada e pode ser tarde para salvar o paciente. É o que costuma acontecer com as pessoas com câncer por exemplo.

Essa, nada mais é do que uma consequência do nosso modelo de saúde. No Brasil, enfatizamos a cura e não a prevenção. Isso fica bem claro quando você se pergunta qual foi a última vez que fez um check-up mesmo sem sentir nada.

Além do câncer, existem várias outras comorbidades silenciosas que você precisa conhecer. Afinal de contas, ninguém está imune a elas e ter boa informação sobre o assunto é essencial. Confira!

6 comorbidades silenciosas mais comuns

1. Depressão

Provavelmente, você não imaginava que essa doença fosse aparecer aqui, principalmente no topo da lista.

Mas a depressão é sim uma doença bastante silenciosa, principalmente, porque ainda existem aquelas pessoas que acreditam que os sinais ou sintomas são “frescuras” ou a pessoa está se fazendo de vítima ou então é apenas tristeza, afinal de contas, todo mundo tem “os seus dias”.

Mas a depressão é bem diferente de tudo isso e trata-se de uma doença. De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), apenas 30% dos pacientes são diagnosticados na fase inicial da doença.

2. AIDS

A AIDS é causada pelo vírus HIV e trata-se de um conjunto de comorbidades que afetam o indivíduo. É comum que o paciente só descubra que possui HIV quando vai procurar o serviço de saúde porque não está se sentindo bem.

Só que, quando isso acontece, é porque o vírus já está em grande quantidade no corpo e o indivíduo pode ficar debilitado por algum tempo até que as medicações comecem a fazer efeito.

3.  Hipertensão arterial

A hipertensão arterial ou, simplesmente, hipertensão é uma patologia crônica que indica a pressão sanguínea dentro dos vasos. Ela se mantém mais elevada que o normal — em média, 120/80 mmHg — e muitas pessoas só descobrem quando começam a sentir os sinais e sintomas que pode ser uma dor de cabeça, um peso no braço esquerdo ou até mesmo, infartar.

4. Diabetes

Tanto o diabetes quanto a hipertensão vem ganhando destaque nos últimos tempos por causa da Covid-19. A doença pode ser agravada se o paciente tiver essas comorbidades associadas. Tanto o diabetes tipo 1 quanto o tipo 2 não dão muitos sinais e quando isso acontece, a doença já se instalou.

5. Osteoporose

Para quem acha que osteoporose é só coisa de idoso, saiba que a doença pode atingir pessoas a partir dos 30 anos e com mais frequência, as mulheres. A principal causa é a baixa ingestão de cálcio e é importante que essa ingestão seja feita aos poucos, ao longo do dia. O nosso organismo só consegue absorver 500 mg por vez.

6. Hepatite C

O mês de julho é o mês da conscientização das Hepatites Virais e a Hepatite C faz parte desse grupo. Justamente por ser uma das comorbidades silenciosas é que precisamos de um mês para fazer o alerta. A evolução da doença é bem lenta e os primeiros sintomas podem demorar até 30 anos para aparecer.

Além dessas doenças, existem outras comorbidades silenciosas como anemia, endometriose, ovário policístico, disfunções da teroide e muitas outras. Por isso, o melhor a fazer é marcar exames de forma preventiva, ou seja, mesmo que você não esteja sentindo absolutamente nada, é importante fazer um check-up. A sua saúde é o que há de mais importante, portanto, cuide bem dela.

Confira outros motivos para consultar um médico e ajudar na prevenção das doenças!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

cinco × 3 =