Hipercalcemia induzida por tumor: características clínicas, diagnóstico e tratamento

Hipercalcemia induzida por tumor: características clínicas, diagnóstico e tratamento

O cálcio é um elemento importante para a formação dos ossos e funcionamento do sistema nervoso, mas em excesso, pode ser prejudicial e levar a um quadro grave. Se a concentração no sangue está acima do normal, o paciente é diagnosticado com hipercalcemia.

Estima-se que cerca de 30% dos pacientes com câncer podem desenvolver essa complicação, sendo mais frequente conforme a doença avança.

A origem está relacionada à facilidade que os tumores têm de se ligar aos ossos, iniciando a metástase óssea, e isso faz com que a célula maligna destrua lentamente o tecido ósseo e libere substâncias que favorecem o acúmulo de cálcio no sangue.

Características clínicas

No início da doença, os sintomas são de difícil detecção, mas com o avanço eles se tornam mais aparentes. Com o excesso de cálcio no sangue, os rins trabalham mais para filtrá-lo, assim, o paciente pode sentir muita sede e passar pelo quadro de pedra nos rins, no qual, certamente, cristais de cálcio estarão presentes.

O mineral ainda é importante na regulação das contrações musculares, então o indivíduo sentirá desconforto nos músculos e fraqueza ao longo do dia. Os ossos também se tornam mais vulneráveis, uma vez que o cálcio está sendo retirado deles. Eles ficam mais frágeis, e as fraturas se tornam mais comuns.

Com a evolução da doença, os sintomas relacionados ao sistema nervoso se tornam mais aparentes. A memória passa a ser afetada, assim como disfunções podem surgir, levando a quadros depressivos. A demência é uma das complicações mais temidas, mas o paciente pode até mesmo ser levado ao coma.  

Diagnóstico

Como os sintomas são leves na maioria dos casos, o diagnóstico é feito através de exames sanguíneos, que detectam a presença excessiva de cálcio.

Quando isso é constatado, outros exames podem ser necessários para se conhecer a origem da doença.  

Tratamento

Dependendo da gravidade e do estágio da doença, diferentes tratamentos são recomendados, cabendo sempre consultar um médico para que ele possa prescrever o ideal para o seu caso. Com a origem da doença também conhecida, tratamentos complementares são realizados e é possível direcionar melhor os esforços.

Existem medicamentos que atuam melhor para o quadro de hipercalcemia induzida por tumor. Essa categoria age diretamente no tratamento da metástase óssea, reduzindo a concentração de cálcio no sangue e prevenindo complicações eventuais, como a osteoporose e a fratura.

O consumo regular de água é extremamente indicado também, pois estimula os rins e promove a dissolução do cálcio no sangue, mas sempre evitando exageros, para que problemas não sejam desencadeados paralelamente.

O tumor em si já é um fator de risco importantíssimo, e o paciente deve sempre procurar assistência médica. Quando ele se aloja no tecido ósseo, o tratamento acaba sendo mais difícil, por envolver minerais essenciais ao funcionamento do organismo, e ser uma estrutura de sustentação do corpo, além é claro, da natureza do tumor.

Quando se desencadeia um quadro de hipercalcemia, é necessário iniciar o tratamento o quanto antes, pois diversos quadros clínicos podem ser desencadeados como consequência dessa disfunção no organismo.

Entre em contato conosco para tirar as suas dúvidas sobre a doença e o tratamento. Nós, da Life Medicamentos, possuímos o remédio para o tratamento que você precisa. Acesse o site e confira nossos produtos!  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *