Câncer de Próstata

Câncer de Próstata

O Novembro Azul, assim como o Outubro Rosa é um mês focado na prevenção. Em novembro, o foco é o Câncer de Próstata, o segundo mais comum entre os homens de acordo com o Inca (Instituto Nacional do Câncer). Esse dado só mostra o quanto é importante ter um mês focado apenas na prevenção dessa doença.

É por isso que hoje estamos aqui com este conteúdo para passar as principais informações sobre o Câncer de Próstata e sua prevenção. Confira!

O que é o Câncer de Próstata?

O primeiro esclarecimento a ser feito é sobre o que é o Câncer de Próstata. Bom, a próstata é uma glândula que só existe no homem e que fica localizada na parte mais baixa do abdome, mais especificamente abaixo da bexiga e na frente do reto. É uma glândula pequena e possui o formato parecido com o de uma maçã.

A principal função da próstata é a produção de uma substância que faz parte do sêmen. Assim, ela tem uma grande importância na fertilidade masculina.

O câncer ocorre quando uma célula com má formação se multiplica e assim forma-se um tumor maligno. Esse é um processo que pode acontecer em qualquer órgão do corpo, inclusive na próstata.

Quais são os fatores de risco?

Existem alguns fatores de risco, ou seja, características importantes que podem fazer com que o indivíduo tenha mais chances de desenvolver o Câncer de Próstata. Vejamos quais são elas.

Idade

Esse é um fator importante já que 75% dos pacientes com esse tipo de câncer tem 65 anos ou mais. Mas a incidência de mortalidade já aumenta aos 50 anos, portanto, é preciso começar a fazer o exame desde cedo para prevenção.

Família

Aqui envolvem dois fatores: os hábitos de vida e os genéticos. Por exemplo, quem já teve pai ou irmão que desenvolveu o câncer antes dos 60 anos tem mais chances de ter. Quem também não cultiva bons hábitos alimentares e de estilo de vida também aumentam as chances. 

Obesidade

Outro fator de risco importante para desenvolver o câncer e também um risco para quem já o tem. Além disso, a obesidade favorece a diversos outros tipos de patologias.

Trabalho

Quem trabalha em contato constante com algumas substâncias químicas como aminas aromáticas, arsênio, produtos com petróleo na composição, hidrocarbonetos e outros também têm mais chances de desenvolver o Câncer de Próstata.

Quais sinais e sintomas?

O grande problema desse tipo de câncer é que, na maioria dos casos, o paciente é assintomático. E, quando há algum sinal ou sintoma é o mesmo para o câncer benigno: vontade de urinar muitas vezes ao dia ou à noite, dificuldade e dor na micção. Já na fase mais avançada, o indivíduo pode ter dor nos ossos, sintomas urinários e em casos ainda mais graves, uma infecção generalizada ou até mesmo insuficiência renal.

Como prevenir?

Justamente por ter um início silencioso, o paciente precisa se preocupar muito mais com a prevenção. A detecção precoce ou prevenção se faz por meio de exames clínicos (como o Exame de Toque Retal) e laboratoriais que é a dosagem do PSA (Antígeno Prostático Específico).

É muito importante que o exame seja realizado de maneira periódica e que a qualquer sinal ou sintoma o paciente marque uma consulta com o médico. Além dos exames citados acima, será preciso realizar uma biópsia da próstata. Apenas isso poderá confirmar se há de fato o câncer ou não.

O tratamento é realizado de acordo com a fase de avanço da doença. Por exemplo, cirurgia e radioterapia são indicados nas fases mais iniciais. Mas, se você focar na prevenção, não terá que se preocupar com o tratamento.

Quer se manter atualizado sobre os cuidados com a saúde? Então, siga-nos nas redes sociais: Instagram, Facebook e Linkedin.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *