Compre pelo WhatsApp

Outubro Rosa: Alerta para o Câncer de Mama

Outubro Rosa: alerta para o câncer de mama

O Outubro Rosa é um mês que tem como objetivo alertar as pessoas sobre a prevenção e os cuidados com o câncer de mama. E, na maioria das vezes, esse é um câncer bastante associado à mulher, já que é mais comum no sexo feminino, mas devemos lembrar que ele também pode se desenvolver nos homens.

Quer saber mais sobre essa data e como é importante cuidar bem da saúde para prevenir esse tipo de tumor? Então, confira o conteúdo até o final!

Qual a origem do Outubro Rosa?

Tudo começou em 1990, no mês de outubro, nos Estados Unidos quando uma instituição promoveu uma corrida em prol da conscientização do câncer de mama. Todos os participantes receberam um laço cor de rosa para utilizar e assim, a cor ficou relacionada à patologia.

Desse dia em diante diversas organizações de saúde e empresas de uma forma geral começaram a usar o mês de outubro para lembrar sobre a prevenção e os cuidados no câncer de mama. E assim, nasceu o Outubro Rosa, que hoje em dia é comemorado em diversas partes do mundo.

O que é o câncer de mama?

Como o próprio nome já diz, trata-se de um câncer ou tumor maligno que se desenvolve na região da mama. Como as mulheres possuem as mamas mais desenvolvidas, elas são as mais afetadas, mas os homens também podem ter a patologia.

Estamos falando do tipo mais comum de câncer entre as mulheres depois do câncer de pele não melanoma e representa 20% dos casos no público feminino. No caso dos homens, é apenas 1% do total de casos de câncer, mas ainda assim, merece atenção.

O tumor se desenvolve na região das mamas e é preciso realizar exames periodicamente para identificá-lo o mais cedo possível, aumentando as chances de um bom prognóstico para a cura e o tratamento.

Confira também os principais sinais e sintomas do câncer de mama!

Quais os fatores de risco?

Quem tem mais chances de desenvolver o câncer de mama? Existem fatores que podem ser controlados e outros que não podem. Por exemplo, o fator genético foge ao nosso controle, mas podemos ter uma vida mais saudável evitando, por exemplo, o sobrepeso e a obesidade depois da menopausa.

Outros fatores de risco controláveis são:

  • sedentarismo;
  • consumo de bebida alcoólica;
  • exposição frequente ao raio-X;
  • primeira gestação após os 30 anos;
  • não ter filhos;
  • uso de contraceptivos hormonais (anticoncepcionais).

Existem outros que fogem ao nosso controle como ter que realizar um tratamento de reposição hormonal e permanecer nele por mais de 5 anos ou ter menstruado antes dos 12 anos. Histórico familiar não só de câncer de mama como também de câncer de ovário.

Como prevenir o câncer de mama? 

O Outubro Rosa foca, basicamente, na prevenção, então vamos explicar aqui de quais formas podemos prevenir o câncer de mama.

Podemos começar pelos fatores de risco controláveis como como evitar o sedentarismo praticando exercícios físicos diariamente, cuidar melhor da alimentação, entre outros. Para quem já entrou na menopausa, é interessante manter uma dieta específica para essa fase da vida com alimentos que aumentem os níveis de estrogênio.

A estimativa é de que seja possível reduzir em até 28% os riscos do câncer quando o indivíduo adota hábitos mais saudáveis de vida.

Já a terapia de reposição hormonal é algo que deve ser feito apenas se realmente não houver outra maneira de lidar com os problemas da menopausa.

Para quem está gestante, a amamentação é uma ótima maneira de reduzir as chances de ter esse tipo de câncer. Então, além de fazer muito bem para o bebê, ajuda muito na saúde da mãe.

Compartilhe este conteúdo e leve a mensagem de prevenção do Outubro Rosa para o máximo de pessoas que puder!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *