Compre pelo WhatsApp

Como a mamografia pode ajudar na prevenção do câncer de mama?

Mamografia é um exame de radiografia realizado com o intuito de detectar se há sinais precoces de câncer de mama. A prevenção se mostra essencial antes que sinais possam ser palpáveis. Além disso, a importância da mamografia se revela para tratamentos de tumores e verificação da necessidade de cirurgia das mamas.

O exame é realizado por meio de um aparelho de raio X denominado mamógrafo. Nele, a mama passa pelo processo de compressão para que haja possibilidade de captação de imagens para um melhor diagnóstico. Ao contrário do que muitos pensam, o incômodo do importante método é inteiramente suportável.

Detecção precoce

O Instituto Nacional do Câncer verificou que o câncer de mama se apresenta como o segundo mais frequente no mundo. Dessa forma, acaba por assolar grande parte da população feminina brasileira, muitas vezes resultando em morte. Por esse motivo, realizar o exame para detecção precoce é extremamente importante a fim de que se inicie tratamento próspero.

Autoexame

O autoexame é essencial. No entanto, nem sempre é o suficiente para um diagnóstico precoce do câncer. O motivo é que alguns tumores são detectáveis pelo toque apenas quando já passaram de seu estágio primário.

É importante se atentar ao fato de que, caso seja encontrada qualquer anormalidade no autoexame, deve-se procurar um médico imediatamente. Assim, o especialista será capaz de solicitar a mamografia para verificar as alterações.

Tipos de mamografia

O exame pode ser indicado em dois casos:

  • Rasteio: procedimento de rotina, utilizado para prevenção em mulheres que não apresentam sintomas da doença.
  • Diagnóstico: realizado para investigação de suspeita do câncer, pois há tumores demasiadamente pequenos para serem perceptíveis ao toque.

Alguns dos sinais mais comuns de alteração são:

  • Sensibilidade nos seios ou mamilos.
  • Avermelhamento ou inchaço
  • Aumento dos poros da pele ou mudança de textura.
  • Mudança no tamanho e formato.
  • Surgimento de nódulos.

Entretanto, independentemente do tipo de exame realizado, a biopsia é o procedimento definitivo para o diagnóstico. Sendo assim, a mamografia é utilizada apenas para identificação de possíveis sinais do câncer.

Idade para realização do exame

A importância da mamografia deve ser uma preocupação para as mulheres a partir de determinadas idades, sendo elas:

  • 35 a 40 anos: realização do primeiro exame para prevenção. Ele será utilizado como referência para exames posteriores.
  • 40 aos 50 anos: o médico especialista é quem determinará a periodicidade do exame. Esta dependerá da condição das mamas da paciente.
  • 50 anos em diante: a maioria dos profissionais recomenda que o exame seja realizado pelo menos uma vez ao ano.

Há contraindicações do exame?

Há alguns casos em que o exame, geralmente, não é recomendado, sendo eles:

  • Pacientes grávidas ou em fase de amamentação.
  • Pacientes que realizaram o exame em menos de um ano e não apresentaram alterações nas mamas.
  • Pacientes com menos de 35 anos que não apresentam riscos de câncer de mama.

É muito importante ter em mente a importância da mamografia. A doença, quando descoberta no início, tem 95% de probabilidade de cura. A conscientização é extremamente necessária para a redução da mortalidade. Saber o que fazer para evitar a doença é essencial hoje em dia.

Agora que você adquiriu as informações, compartilhe-as com as mulheres que conhece. Vamos juntos à luta para combater essa terrível doença!

Para ler outros artigos como esse acesse nosso blog!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *