Compre pelo WhatsApp

Como prevenir câncer de cabeça e de pescoço?

Como prevenir câncer de cabeça e de pescoço?

O mês de julho passou a ser reconhecido como Julho Verde por conta das ações de prevenção e conscientização para o câncer de cabeça e pescoço. Essa patologia costuma afetar, principalmente, boca e garganta, órgãos de extrema importância para nós, não só pela alimentação, mas também pela fala.

O câncer de cabeça e pescoço também pode se apresentar de maneira separada como câncer de boca e câncer de garganta.

Na boca, podem aparecer feridas que não cicatrizam por mais que o tempo passe e ela pode ser ou não dolorosa. Na garganta, essas feridas podem aparecer em diversas regiões como a parte logo atrás da boca, conhecida como orofaringe, na laringe e também na faringe.

E, ainda que seja um câncer, há formas de prevenção como ocorre com outras patologias. Quer saber como evitar esse problema de saúde? Então, continue com a leitura!

Quais são os principais fatores risco?

O primeiro fator de risco do qual podemos falar é o álcool. O consumo exagerado de bebidas alcoólicas podem ajudar a desenvolver as lesões e, consequentemente, criar um tumor, podendo este ser maligno.

O hábito de fumar, é claro, é um dos mais prejudiciais e mais de 80% dos pacientes com o câncer de cabeça e pescoço são fumantes.

Há também outro fator de risco: o Vírus do Papiloma Humano, também conhecido como HPV, principalmente se for do tipo 16. Ele é considerado um dos fatores de risco para esse tipo de câncer e as regiões atingidas costumam ser boca e orofaringe (amígdalas e base da língua).

Há outros fatores de risco também como:

  • consumo de alimentos em conserva (como palmito, azeitonas e outros) e também salgados;
  • má higiene bucal também é um fator de risco;
  • exposição a radiações;
  • nacionalidade (pessoas com ascendência asiática têm mais chances).

Principais sinais e sintomas

Um dos principais sinais é o aparecimento de feridas que não cicatrizam e uma dor de garganta que demora a passar. Isso também pode gerar dificuldade para engolir e alterações na voz.

Esses mesmo sinais e sintomas podem aparecer em diversas partes da cabeça e do pescoço como:

  • cavidade oral;
  • faringe;
  • laring;
  • seios paranasais e cavidade nasal;
  • glândulas salivares. 

Como é feito o diagnóstico?

A visualização direta da lesão é a principal forma de começar a traçar um diagnóstico de câncer de cabeça e pescoço. Esse exame pode ser feito por meio de um exame de imagem ou por observação direta caso a lesão seja na cavidade bucal ou na parte de trás da língua. 

Quando a lesão está me partes como laringe, nasofaringe e hipofaringe, usa-se um aparelho chamado nasofibrolaringoscópio. Ele permite visualizar essas regiões através de fibra óptica.

Depois de encontrar a lesão, é feita a biópsia que é nada mais do que coletar uma parte do tumor e enviar para o laboratório para saber a natureza da lesão. Identificando que se trata de um câncer, então o tratamento começa.

Como se prevenir do câncer de cabeça e pescoço?

Para se prevenir basta analisar as causas e evitá-las. Por exemplo, se você fuma, então deve parar imediatamente e não só por causa desse tipo de câncer. O cigarro possui substâncias cancerígenas e que podem provocar vários outros tipos de câncer como o de pulmão, por exemplo.

Evitar o consumo de álcool, alimentos enlatados, bebidas muito quentes e outros também são novos hábitos que você deve adquirir. 

Além disso, fazer exercícios físicos com frequência — pelo menos 30 minutos 5 vezes por semana — é essencial. Manter uma alimentação saudável é outro ponto que ajuda na redução das chances de desenvolver o câncer de cabeça e pescoço.

Confira também a íntima relação entre o tabagismo e o câncer de boca e como evitá-lo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *