Compre pelo WhatsApp

Anemia falciforme: sintomas, causa e tratamento

anemia falciforme
Para quem ainda não sabe o que é anemia falciforme e como ela funciona, vamos tirar todas as suas dúvidas neste artigo, continue lendo.

A anemia falciforme é caracterizada pelo baixo número de glóbulos vermelhos (hemácias) no organismo. Além do baixo número, o formato e consistência das hemácias também são modificados. 

Outra questão que também acontece com quem possui a doença é que as hemácias normalmente possuem um tempo de vida de 120 dias, já no organismo com anemia falciforme, elas duram cerca de apenas 20 dias, o que é ainda mais prejudicial, já que existe um déficit de produção do corpo.

Os glóbulos vermelhos são responsáveis pelo transporte de sangue por todo o corpo e com essa irregularidade, acaba prejudicando todo o funcionamento e comprometendo alguns órgãos.

Essa doença é muito comum nos povos africanos e do mediterrâneo. Existem alguns estudos que apontam uma modificação genética possivelmente causada pela malária nesses povos há muitos anos atrás. 

Com a chegada da população africana no Brasil e toda a mistura das etnias, a anemia falciforme também ficou comum entre os brasileiros. 

Além da doença propriamente dita, também existe o traço falciforme, que é quando a pessoa recebe a modificação genética de um dos pais e do outro não. Esses organismo possuem certa resistência à malária e nunca vão desenvolver a doença. Mas é possível que se tiverem filho com alguém que tenha anemia ou traço falciforme, o filho venha com a doença.

CAUSA – ANEMIA FALCIFORME

Procure seu médico sempre que surgir algum sintoma!

Como vimos, esta é uma doença genética e hereditária, então só é possível ter se receber dos seus pais. Não é transmissível e é facilmente identificada através do teste do pezinho e outros exames. 

Por isso, a importância em todos os cuidados com os bebês assim que nascem. O rápido diagnóstico pode evitar futuras complicações.  

SINTOMAS – ANEMIA FALCIFORME

Articulações e ossos são os mais afetados pela doença. O principal sintoma, já identificado ainda na infância, é a dor. Portadores da anemia falciforme possuem crises de dores intensas.

Além disso é muito comum que tenham diferentes infecções, cansaço, palidez, úlceras e aumento do baço. Também proporciona facilidade de contrair meningite, pneumonia e facilita o acontecimento do acidente vascular cerebral. 

TRATAMENTO – ANEMIA FALCIFORME

SulAmérica Saúde Ativa | Anemia falciforme: causas, sintomas e tratamento

O principal tratamento indicado para a anemia falciforme é o transplante de medula óssea. Esse é o único que realmente pode mudar a realidade de quem possui a doença. 

Todos os outros tratamentos são paliativos, pois a medula continuará produzindo as hemácias com as características da doença. 

Em alguns casos a transfusão de sangue é necessária para evitar crises agudas em alguns momentos. Também existem alguns medicamentos que podem auxiliar na qualidade de vida do paciente e devem ser receitados pelo médico que faz o acompanhamento. 

Outra importante questão e que pode ajudar a diminuir a intensidade dos sintomas é a hidratação do paciente. 

Caso você seja um paciente e já realize o tratamento da anemia falciforme, entre em contato com a gente. Temos um farmacêutico à disposição para tirar dúvidas sobre os medicamentos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *